15 janeiro 2010

Perdoe-me meu filho, eu não sou um super-herói!

Eu e ele estávamos sozinhos e logo que anoiteceu me aproximei da cama e o vi deitado, dormindo, uma mãozinha sobreposta à fronte, aquele rostinho lindo, cílios de causar inveja a muitas mulheres, cabelos negros, lisos e sedosos, molhados de suor grudados à testa.
 
Fiquei olhando-o, encolhido, sozinho em seu sono, amedrontado talvez, por se sentir só, pelas angústias e medos sofridos nas internações pelas quais havia passado. Sinto-me aliviado é saber que sempre pudemos estar com você. Quero apenas certificar-me de que é um bebê, nosso bebê.
 
Ainda ontem estava nos braços de sua mãe, a cabeça deitada no ombro dela, porém, hoje não és mais um bebê, é sim, o meu menino. Essa criaturinha espirituosa que percebe e ouve tudo, comenta e disserta, até quando fala da sua difícil acessibilidade num país de pouca educação.
 
Sei também de suas dificuldades de relacionamento com outras crianças, os colegas de escola tão poucos, os amigos menos ainda, pois não é uma vida comum igual à de todos, é uma vida excluída, solitária, dentro do possível; feliz!
 
Esse momento belo que o vejo deitado em seu sono não é suficiente para afastar de mim as minhas ansiedades e os meus medos, pois, como todo pai, sou seu amigo, seu irmão, seu protetor, mas realmente, o que eu gostaria de ser era um daqueles super-heróis que povoam sua cabecinha e fazem com que ele, em suas divagações, se sinta forte, ágil, voando e correndo.

Perdoe-me meu filho, eu não posso tanto, gostaria de trocar de lugar com você, dar-lhe a minha vida, se pudesse, principalmente para ver o brilho do futuro em seus olhos. Lá no fundo de minha alma, talvez eu queira ser Deus, sim...isso mesmo! Deus! Porque somente ele pode ouvir nossos lamentos e súplicas e continuar enchendo nossos corações de esperança. Quiçá, um dia, com a evolução da medicina possamos transformar nossas vidas e juntos ir de encontro aos nossos sonhos!
 
Só Ele, na Sua infinita bondade sabe por quais desígnios passarão seus filhos, mesmo aqueles que são fortes, sadios e perfeitos, aqueles que mutilam seus corpos, os que arriscam e perdem suas vidas e também os que se entregam a todo tipo de loucuras.
Como Ele também sabe o porquê de aprisionar a um corpo sem locomoção plena um espírito forte, inteligente, ativo e amante da vida.Dizem que Deus escolhe as pessoas que podem suportar tais angústias e que essas pessoas são especiais, às vezes sinto-me amargurado e pergunto: Por que nós, meu Deus? Sofremos quando você sofre isso ninguém vai poder mudar, porque somos e sempre seremos um; você, a mamãe e eu.
 
Esse ser maravilhoso que você é que tem dado à mamãe todas e infindáveis alegrias, tem sido o seu grande amigo, o parceiro certo das horas incertas.
Sempre surpreendendo com suas posturas às vezes até adultas demais, sarcásticas, mordaz, às vezes rude, mas na maioria das vezes, bondoso e de coração generoso.
 
Com você aprendi a dizer sempre – Eu te amo – constantemente, diariamente, sem motivo algum, sem necessidades, somente por amor, simplesmente para ouvir sua voz! Você na sua prática diária de amar, nos faz ver o belo, o riso, o otimismo, naqueles momentos em que nós, os adultos, já não conseguiríamos! Naqueles momentos de irritação, de raiva, mau humor, nunca nos perguntamos: Que razões temos nós para tais comportamentos? Não aprendemos nada com você? Quanto tempo se passará até que entendamos o quanto a vida nos contemplou e o tão pouco que lhe deu?
 
Ajoelhei-me ao lado de sua cama e disse baixinho ao seu ouvido, depois de beijá-lo com ternura: Eu te amo.
Foto Kleber: do Blog
Foto Homem-Aranha - Net

8 comentários:

  1. Emocionante seu depoimento, cunhado.
    Que Deus continue olhando e cuidando de vcs.
    Um dia, quando todos estivermos do lado de lá, saberemos qual o motivo dessa missão tão difícil, mas, ao mesmo tempo, tão linda a que vcs 3 se dispuseram a passar.
    Deus é sábio e sabe o que é melhor para cada um de nós.
    Bjs com amor para vcs.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por tão linda mensagem! Que Deus continue nos dando forças para esta batalha! Que Ele escute nossas preces, diárias, de ter nosso pequeno grande guerreiro curado! Você sabe que o Kleber é um pouco meu filho também...Por muitas vezes penso porquê nosso amor, que é tão grande, não é suficiente para curá-lo? Como disse a Karin, um dia saberemos o porque destas dificuldades. Enquanto isso rezo a cada minuto, a cada segundo por vocês, que amo tanto!
    Beijos e obrigada, por tudo!

    ResponderExcluir
  3. Lindo seu texo mas não importa o porquê.....importa que o amor que ele despertou em todos vcs é o dom, a luz q Deus deu a ele para trazer a vcs!!!!! O problema físico e suas consequências é desgastante mas o amor que despertou em vcs é imenso e cobre tudo isso!!!!! Perdão por falar assim....Deus abençoe vcs!!!!

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente emocionante...
    Ficamos sempre meio q sem palavras, sem saber o q dizer, mas a única coisa q tenho certeza é q vcs são sim pessoas especias e fortes e o pequeno Kleber é um anjinho, um anjo muito iluminado e com muita sabedoria.
    Que vcs estejam cada vez mais unidos nesse AMOR, q é tão lindo e contagiante!

    ResponderExcluir
  5. Que Texto! Percebo o desabafo, vindo do fundo de suas entranhas, carregado do mais puro amor - o sentimento sagrado - que quando nos conectamos com ele e com o divino que habita todos nós, só tende a sair coisa muito boa.
    O que o posso dizer é que Deus é infinitamente Sábio e Bom, todo Justiça e Amor, e jamais nos deixa perdidos ou sós. Se acontecem coisas que não nos são agradáveis, se deve aos nossos grandes olhos materiais, mas tudo transcende, e tudo tem motivo, tem um propósito, que, talvez, hoje não o compreendemos, mas que certamente nos será revelado um dia, pelo muito aprendizado vivenciado. Tenhamos Fé e Esperança. Quanto ao pequeno Kleber, quanta coisa ele já nos ensinou em sua pouca idade. Penso no muito, que aprenderemos com ele. Felicidade, Força e Coragem a todos.

    ResponderExcluir
  6. Não te conheço, mas acho que sei algo sobre você.

    Talvez você não tenha percebido ainda, mas é sim um herói... e não só para o seu filho, mas para todos que o cercam, tenho certeza.

    O seu profundo amor pelo seu filho me contagia, pois, como você, também recebi de Deus presentes da forma de filhos: o Mateus, de 6 anos, e o Vinícius, de 8 meses.

    Outro dia me surpreendi emocionado agradecendo profundamente a Deus pela saúde deles, pois vi o sofrimento de uma família com o anjinho deles em uma cadeira de rodas. Não sei seu eu suportaria - talvez pela misericórdia de Deus sim.

    Um grande abraço!

    Ronaldo Corrêa
    Cuiabá/MT

    ResponderExcluir
  7. Caro Ronaldo: Todos nós nos emocionamos com suas palavras. Obrigado é que podemos dizer: Após o tratamento na China, podemos respirar aliviados, por que a angústia passou, nosso menino está muito bem. Nos sentimos recompensados por tudo que vivenciamos com ele. Deus nos tem guiado e protegido, com Ele e com o apoio de todos vocês estaremos sempre. Um abraço Daniel

    ResponderExcluir
  8. Olá, sou madrinha de um garoto que reside em São Luis/MA e gostaria de saver um e-mail que posso manter contato direto com os pais do jovem Kleber, pois meu afilhado possui a mesma doença e há anos procuramos desesperadamente um tratamento. Pode ser telefone também, caso possível. aguardo resposta (ana-ttelles@hotmail.com ou jamesalexmatos@gmail.com)

    ResponderExcluir

WWF-Brasil

Que marcas você quer deixar no planeta? Calcule sua Pegada Ecológica.